04/04/2008

A Terapia do Abraço


O toque físico não é apenas agradável, ele é necessário. A pesquisa científica respalda a teoria de que a estimulação pelo toque é absolutamente necessária para o nosso bem-estar físico e emocional.
Neste sentido, temos abaixo várias razões para iniciarmos hoje a prática da terapia do abraço.
O abraço faz a gente se sentir bem e acaba com a solidão. Abre passagem para os sentimentos e alimenta nossa auto-estima.
O abraço também alivia a tensão, combate a insônia e mantém em forma os músculos dos braços e ombro.
É democrático: todo mundo tem direito a um abraço.
É ecologicamente benéfico, não tumultua o meio ambiente.
Do ponto de vista energético, é eficiente, economiza calor.
É portátil e não requer equipamento especial.
Torna viável os dias impossíveis, preenche espaços vazios em nossas vidas
Além disto o abraço pode evitar a guerra.
Para algumas pessoas é muito difícil abraçar. As vezes uma forte confiança precisa ser construída antes que se sintam suficientemente seguros para abraçar.
A terapia do abraço não é um negócio gratuito, o custo é a coragem de se mostrar , o risco é que nossos abraços possam ser rejeitados ou mal- interpretados. Mas o lucro é a alegria do encontro, da solidariedade e do afeto.
Abrace mais pois quando somos naturalmente abertos, quando estendemos os braços e tocamos os outros, ficamos livres para descobrir a compaixão que existe em todos nós.
Você está pronto(a) para ser um(a) terapeuta do abraço?
Então!! Abrace muito. Abrace sempre.

Baseado no livro A terapia do Abraço de Kathkeen Keating

Nenhum comentário:

Postar um comentário