07/02/2010

Elaborando a dor

Viktor Frankl, (psiquiatra austríaco) sobrevivente do holocausto, comenta a reação de um colega no dia da libertação dos prisioneiros que estava tão excitado por ter sobrevivido que ele começou a caminhar sobre um jardim, destruindo as flores.
Quando Frankl comentou que isso não era adequado, ele respondeu: “acabei de sair de um campo de concentração e ninguém sabe o que eu passei.” Ao que Frankl respondeu: “amigo, seu sofrimento não lhe dá o direito de fazer ninguém sofrer. Elabore a sua dor e procure não fazer ninguém mais sofrer.”
- Então, não importa o que esteja vivendo neste momento, mantenha seus valores mesmo que os outros estejam fazendo as maiores loucuras. - Não olhe o mundo pela ótica da dor.
Em suma: Não faça aos outros o que não desejaria que lhê fosse feito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário